PARQUE URBANO DA FOZ DO DOURO
 
 
O Parque Urbano da Foz do Porto situa-se na cidade do Porto e integra um sistema secundário de Parques Metropolitanos tendo uma área de influência de nível local e intermunicipal.
A proposta desenvolvida resulta da avaliação do contexto regional em que o parque se insere, da ponderação das condicionantes e potencialidades do local, da necessidade de enquadramento visual, amenidade ambiental e ecológica da área de intervenção e da relação deste espaço com a sua envolvente.
Assenta ainda a proposta em princípios de preservação e conservação dos sistemas fundamentais que se encontram presentes (Ribeira da Ervilha), promoção da biodiversidade (introdução de Matas com espécies autóctones) e elevada adequação ao lugar (introdução de Matas com espécies adaptadas), e pretende otimizar as ações de construção, gestão e manutenção dos espaços verdes, de modo a que estes respondam a necessidades de uso múltiplo, enquadramento e qualificação estética e ecológica do novo espaço e sua envolvente.
Nesta perspetiva, apresenta-se uma proposta de aplicação do material vegetal de forma a melhor integrar este elemento na paisagem, apostando-se em soluções de fácil exequibilidade e com tempos de implantação após fase de construção de 5 a 10 anos. Também se teve em atenção uma fácil manutenção havendo áreas onde se fazem sementeiras e se promove a regeneração natural sendo o desenho do espaço feito ao longo do processo de manutenção.
Outra questão considerada fundamental prende-se com o conceito de “trazer a natureza à cidade” levando as pessoas a ter contato com elementos que não aparecem habitualmente em espaço verde urbano e que simultaneamente permitem o aumento da biodiversidade. Assim, quase todos os Sobreiros, Pinheiros Mansos e Pinheiros bravos são preservados permitindo a definição de cobertos arbóreos de grande visibilidade, volumetria e contraste no meio da cidade em contraponto ao edificado e grandes áreas são revestidas com prados de sequeiro e com vegetação característica de matos rasteiros e médios, que não só têm por preocupação o aumento da biodiversidade no interior da cidade, como uma maior adaptação às condições edafoclimáticas.

Promotor:
Câmara Municipal do Porto

Local:
Porto, Portugal

Área:
4,3ha
  Equipa:
Laura Costa; Sérgio Pinto; Ana Reis

Arquitetura:
António Paulo Marques, Arquitecto e Associados, Lda
  Data de projeto:
2011 (início ainda a decorrer)
 
 
2013, Laura Roldão Costa - Arquitetura Paisagista
Início | Contactos